Como Proteger Minha Marca na Internet
Protegendo Marcas nas Redes Sociais

Muitas empresas quando decidem expandir seus negócios na internet deparam-se com um problema: Já registraram uma conta nas principais redes sociais usando o meu nome e/ou minha marca. Darei duas dicas de como proteger sua marca antes que isto aconteça.

Quem é mais velho de internet deve lembrar-se do caos que era no começo da rede quando a internet estava começando e as grandes marcas registravam apenas seus dominios .com, e quando anos depois decidiam entrar em outro país, como o Brasil por exemplo, seus dominios já tinham sido registrados por terceiros, e estes pediam pequenas fortunas pelos domínios. Basicamente estas disputas foram resolvidas na justiça, ou quem realmente precisava de seu nome rapidamente acabou pagando.

Com o advento da Otimização de Sites, é importante salientar que para o tabalho de SEO também é muito interessante que você possua sua marca registrada no maior número de locais possíveis.

Quando este problema acontece, você tem algumas alternativas:

  1. Como descobrir onde minha marca está registrada.
  2. Como reaver minha marca, caso já tenha sido registrada em uma rede social?

1- Como descobrir onde minha marca está registrada.

Verificando disponibilidade da marca nas redes sociais

Muitas vezes quando uma grande empresa resolve interagir com as redes sociais, resolvendo atuar onde seus consumidores estão,  e vai criar uma conta usando sua marca para poder atuar de forma apropriada, descobre que alguém foi mais rápido e já a registrou em seu nome. Este problema acontece também com artistas e pessoas conhecidas, que deveriam prevenir problemas maiores registrando seus nomes em todas as redes que conseguirem.

Imagine se uma grande empresa como o submarino quisesse entrar no twitter somente agora (isto é apenas uma suposiçã0), obviamente eles gostariam de ter o domínio www.twitter.com/submarino. O twitter é um serviço mundial, e todos os logins são únicos, ou seja, a chance de ela conseguir este domínio exato sem que alguem tenha registrado antes é mínima. Seria muito melhor que a empresa tivesse monitorado o surgimento desta rede social e tivesse registrado tal domínio anos antes.

Hoje está muito em alta o twitter e facebook, no passado já foi o orkut e ninguém sabe o que o futuro nos reserva. Portanto a melhor forma de conseguir prevenir este tipo de problema é registrando antes destas redes tornarem-se grandes e conhecidas.

Mas fazer uma procura por redes sociais é exaustivo e demanda muito tempo. Portanto, vou apresentar-lhes 2 serviços que descobri recentemente, namechk.com e o knowem.com. O que estes 2 sites fazem é fantastico:

Você digita sua marca e cada site checa em até 300 redes sociais se o perfil usando sua marca já está registrada, e desta forma rapidamente você sabe onde ainda pode registrar-se com sua palavra chave exata.

Caso você não tenha muito tempo sobrando, algo comum na maioria das pessoas hoje em dia, você pode pagar para que eles executem o registro de sua palavra-chave em todas as redes sociais por eles cobertas. Para pequenos empresários talvez este seja um custo alto, mas para uma grande marca isto é dinheiro de troco se comparar-mos a dor de cabeça de alguem registrar sua marca e utilizar esta contam fazendo-se passar por você e dar informações erradas sobre seus produtos.

Fazendo uma rápida busca usando a ferramenta acima descritam percebemos aqui que o perfil submarino ainda está disponível no facebook e seria muito interessante que a própria empresa obtivesse este perfil ao invés de outra pessoa. Evitaria boas brigas no futuro.

2- Como reaver minha marca, caso já tenha sido registrada em uma rede social?

Aqui temos uma questão importante. É indispensável que você possua o registro da marca no Registros e Patentes, que no Brasil é conhecido como INPI. Acredito que todas as redes sociais que fornecerem o serviço de proteção a marcas e patentes solicitarão a você uma cópia de seu registro da marca em questão.

Sei que no twitter por exemplo, antigamente se um perfil não estivesse em uso, você poderia abrir um processo requisitando-o. Hoje em dia isto não existe mais devido a quantidade de requisições que se acumulavam todos os dias. O que existe hoje no twitter é a possibilidade de solicitar o controle de um determinado perfil apresentando a documentação de registro de sua marca. Caso você não tenha isso, nem adianta entrar em contato com eles. Eu possuía o link mas perdi para esta requisição. Se alguem souber me envie que atualizo o post.

Acredito que nem todas as redes sociais possuem esta organização e protocolos definidos para requisitar um determinado perfil, mas isto é algo que raramente existe nas pequenas e a medida que vão crescendo, acaba sendo criado.

Conclusão:

Brigas, confusão e disputas por domínios já aconteceu com muita gente e com certeza acontecerá continuará acontecendo. A melhor forma de se proteger é registrar a sua marca no órgão responsável por isto (INPI) e criar contas em todos os serviçõs e redes sociais disponíveis para manter o controle sobre seu nome em suas mãos.

4 comments on “Como Proteger Minha Marca nas Redes Sociais

Reply

Registramos a nossa marca “BEBE DE LUXO” no INPI e já obtivemos aprovação e concessão de uso exclusivo da marca. Agora, encontramos quase 50 perfis que estão utilizando de alguma forma a marca Bebe de Luxo no Facebook para revenda de itens infantis (que é o nosso objeto social da empresa) que está confundindo o nosso consumidor. Já solicitei para que o Facebook tomasse as medidas cabíveis, retirando os perfis e páginas que estão utilizando a nossa marca comercial e eles NEGAM em fazer isso pois a resposta sempre é repetitiva: “Não estamos em posição de determinar se os seus direitos relativamente à representação visual deste design permitem que exclua outras pessoas de utilizar as palavras representadas no design em qualquer outro contexto. Desta forma, não nos é claro que o conteúdo denunciado possa causar confusão relativamente à sua origem, patrocínio ou filiação.” Qual sua opinião sobre o meu caso? O Facebook está certo?

    Reply

    Ola Suzanna.

    O facebook é complicado nesta questão de marcas. O google respeita e se você tem o registro de marca eles não deixam outros anunciarem na sua marca.
    Porém o facebook não respeita isso, tanto que o whats app sair fora do ar na semana passada foi consequencia de uma ordem judicial que o facebook não cumpriu.
    Neste caso não tem muito que você possa fazer.
    Talves contratar um advogado e intimar legalmente os donos das páginas a retirarem do ar.

Reply

Eduardo, eu tenho o dominio de minha marca, (ateliedosorriso) acontece que existe 39 pessoas usando minha marca. Fui atras para de advogados especializados para orçamento e me cobratam 950,00 para cada notificacao apenas se for preciso processar será uns10.000 por cada um… fiquei frustrada porque registrei e gostaria de ter exclusividade pois paguei por isso.
Fiz meu instagram / twitter /Facebook porém um dia fui acrecentar um telefone no nome do instagram devido a muitos questionamentos e quando reaolvi remover o numero do nome , alguem se apropriou do nome…fiquei mais frustrada ainda…o que faço com relaçao a isso?
O instagram me devolve o direito caso mostre meu dominio?
O que devo fazer?
Sou pequena empresa, fica muito caro entrar com processos pra tudo isso.

    Reply

    Ola Patrícia.
    Se você registrou sua marca no INPI você começou certo.
    Algumas empresas respeitam esse registro, na realidade a maioria, porém se você estiver falando de facebook/instagram/whatsapp (que são a mesma empresa) estes não costumam responder a estes questionamentos de marca. Eles só fazem o que interessa para eles mesmos.
    Quando interessa eles têm presença no Brasil. Quando não interessa eles dizem que não estão presentes.
    É complicado. A recomendação seria notificar fisicamente as pessoas donos de sites que estão usando sua marca, mas será sempre uma luta contra mosquitos pois você tira um e vem 10 no lugar, mas não tem jeito. É assim mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *